Main section

Página

Recursos Educativos Digitais

Projeto-Piloto Manuais Digitais (PPMD)

Início

No âmbito do Programa de Digitalização para as Escolas, uma das medidas do Plano de Ação para a Transição Digital (PTD), de 21 de abril de 2020 (Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020), está em curso o Projeto-Piloto Manuais Digitais (PPMD), uma iniciativa que tem como objetivo acompanhar e monitorizar uma progressiva desmaterialização dos manuais escolares, para que os manuais escolares em formato digital possam vir a ser utilizados, por alunos e professores, em todas as escolas portuguesas.

O PPMD está enquadrado numa perspetiva de transformação e melhoria dos processos de ensino e de aprendizagem, com apoio de tecnologias e recursos educativos digitais.

Através deste projeto, prevê-se que alunos e professores tenham acesso:

- a múltiplos recursos educativos digitais, em diferentes formatos e diferentes tipologias (animações, simulações, vídeos tridimensionais ou outros);

- à oferta conjugada dos manuais escolares em formato digital com uma plataforma onde se pode aceder a recursos multimédia complementares;

- a soluções adaptadas para os alunos que atendem a necessidades especiais específicas, possibilitando a mobilização de medidas de suporte e apoio à aprendizagem.

 

Objetivos

De uma forma geral, o projeto Manuais Digitais tem como principais objetivos:

- Modernizar o sistema de ensino, proporcionando uma mudança de paradigma na educação, para uma aprendizagem mais centrada no aluno, que permita dar resposta aos desafios atuais e futuros.

- Melhorar as aprendizagens dos alunos, através da oferta de percursos de aprendizagem diversificados.

- Promover o desenvolvimento de competências dos alunos, nomeadamente, ao nível das literacias múltiplas, da utilização das tecnologias de informação e comunicação e do “aprender a aprender”.

- Promover o desenvolvimento da capacitação digital docente.

 

Porquê?”

No que se refere à disponibilização de mais e variados recursos educativos, em diversos formatos digitais, esta poderá, por si só:

- potenciar outras dinâmicas de ensino e de aprendizagem;

- ajudar a criar um ambiente de aprendizagem mais interativo e colaborativo, beneficiando alunos com diferentes desempenhos;

- possibilitar experiências de aprendizagem mais flexíveis e adaptáveis aos interesses, conhecimentos prévios e estilos de aprendizagem dos alunos;

- apoiar a avaliação formativa, disponibilizando ferramentas de avaliação online, bem como material de apoio à aprendizagem.

- incentivar a aprendizagem autodirigida e autorregulada, promovendo a autonomia do aluno.

Há ainda outras razões que poderão favorecer a utilização de manuais digitais, nomeadamente, o facto de os alunos terem acesso a uma variedade de recursos e formatos multimédia (vídeo, animação, simulação, imagem, áudio), a redução do peso das mochilas, uma vez que todos os recursos educativos digitais, de várias disciplinas, podem ser acedidos através de computadores e/ou de dispositivos móveis, e também, o facto de poderem contribuir para uma diminuição muito acentuada de recursos impressos em papel.

 

Alunos e Pais

O que muda para os alunos que pertencem a turmas do projeto-piloto?

Deixam de ter manuais em papel. Estes são substituídos pelos manuais digitais, com acesso aos recursos educativos digitais disponíveis nas plataformas (vídeos explicativos, simulações, apresentações multimédia, testes interativos com feedback automático para estudo autónomo, entre outros).

As aulas mantêm uma combinação entre o digital e o analógico (cadernos, livros, material de escrita, material de desenho, etc.), pois o que se pretende é que os manuais digitais e outros recursos educativos digitais possam enriquecer os ambientes de aprendizagem, melhorando a aprendizagem dos alunos.

O transporte, armazenamento, tempos e horários de utilização dos equipamentos digitais do aluno na sala de aula (computador e hotspot de ligação à Internet) são definidos pela escola, de acordo com as condições disponíveis e as especificidades do seu Projeto Educativo.

O Manual Digital está disponível para PC, tablet e smartphone e pode ser usado em modo online ou offline, sendo necessária uma ligação à Internet para a respetiva ativação e download.

 

Academia Digital para Pais:

- O Programa Academia Digital para Pais é uma iniciativa da E-REDES, em parceria com a DGE, que dá a possibilidade aos pais/EE de frequentarem ações de formação promotoras de competências digitais.

- Pretende-se, assim, dotar as famílias de competências digitais básicas que facilitem o acompanhamento escolar dos seus educandos e que ainda lhes facultem ferramentas de integração, essenciais na sociedade atual.

- Academia Digital para Pais: https://www.dge.mec.pt/academia-digital-para-pais-3a-edicao

 

Implementação

- Na primeira fase do projeto-piloto, que ocorreu no ano letivo 2020/2021, participaram 9 Agrupamentos de Escolas/Escolas não agrupadas (AE/Ena), num total de 48 turmas, 213 docentes e 1050 alunos.

- Na segunda fase, decorrida em 2021/2022, participaram 24 AE/Ena, num total de 189 turmas, 1034 docentes e 3753 alunos.

- Na terceira fase, 2022/2023, o alargamento envolveu 68 AE/Ena, num total de 575 turmas participantes, 2254 docentes e 11 437 alunos.

- No presente ano letivo, 2023/2024, inicia-se a quarta fase do projeto, com 103 AE/Ena aderentes, prevendo-se que venham a estar envolvidos mais de 20 000 alunos.

 

Mapa das escolas participantes:

 

Segurança

- A utilização dos equipamentos e da Internet exige também a criação de ambientes de aprendizagem seguros e saudáveis, que promovem uma utilização segura e crítica das tecnologias, com alunos bem informados sobre comportamentos adequados aos ambientes online.

- Projeto SeguraNet: https://www.seguranet.pt/

Formação

Workshops de partilha de práticas - PPMD

- Conjunto de Workshops dedicados à partilha de práticas entre os docentes e Diretores dos AE/Ena envolvidos no Projeto-Piloto. Os Workshops, desenvolvidos na modalidade de Ação de Formação de Curta Duração (AFCD), com a duração de 4 horas, estão relacionados com os temas: Metodologias de aprendizagem ativa; Espaços flexíveis de aprendizagem; Estratégias de avaliação pedagógica diferenciadas; Utilização de portefólios digitais em contexto educativo.

Workshops 2023/2024

Workshops

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Cartaz 2023/2024: https://bit.ly/Cartaz-WorkshopsPPMD

Workshops 2023/2024 - Inscrições

- Workshop 1: Aprendizagem ativa [16 e 23 de novembro, 17h30 – 19h30]

- Workshop 2: Ambientes de aprendizagem inovadores [7 e 14 de dezembro, 17h30 – 19h30]

- Workshop 3: Criação de portefólios digitais [11 e 18 de janeiro, 17h30 – 19h30]

- Workshop 4: Estratégias de debate para aulas dinâmicas [08 e 22 de fevereiro, 17h30 – 19h30]

- Workshop 5: Aprendizagem personalizada [7 e 14 de março, 17h30 – 19h30]

- Workshop 6: Aprendizagem invertida [11 e 18 de abril, 17h30 – 19h30]

- Workshop 7: Práticas de integração do PPMD [9 e 16 de maio, 17h30 – 19h30]

 

MOOC – Massive Open Online Courses

- MOOC “Aprendizagem ativa com a utilização de tecnologias e manuais digitais": Curso na modalidade E-Learning, com todas as sessões em formato online assíncrono, desenvolvido na Plataforma NAU. Aborda as temáticas do PPMD, Metodologias ativas, Espaços flexíveis e Portefólios Digitais. Apresenta partilhas de práticas realizadas pelas escolas participantes no PPMD, desde 2020/2021.

2023/2024

Imagem removida.

 

- MOOC “Aprendizagem Ativa e Ensino Inovador em Espaços Flexíveis de Aprendizagem”: Curso na modalidade E-Learning, com todas as sessões em formato online assíncrono, desenvolvido na Plataforma NAU. Este curso é uma adaptação, para o contexto nacional, do curso Active Learning and Innovative Teaching in Flexible Learning Spaces, organizado e lançado em 2022 pela European Schoolnet Academy (EUN). Aborda as temáticas das Metodologias ativas e dos Espaços flexíveis de Aprendizagem.

Oficina

- “Manuais Digitais com recurso a metodologias ativas”: Oficina em regime B-learning (as primeira e última sessões decorrem em formato presencial), acreditada pelo CCPFC, 50 horas. Organizada pela DGE, pode ser desenvolvida pelos CFAE interessados, através de cedência do An2.

Outras formações

- Formação Técnica (Editoras): as editoras dinamizam sessões de formação dirigida a docentes, alunos e pais/EE, por solicitação das escolas, de forma a facilitar a utilização dos seus manuais digitais e respetivas plataformas.

 

Estudo

Após o primeiro ano do PPMD, em dezembro de 2021, foi produzido um relatório - “Projeto-Piloto de desmaterialização de manuais escolares e de outros Recursos Educativos Digitais”, pela Universidade Católica Portuguesa (UCP), no contexto de um estudo contratualizado pela Direção-Geral da Educação ao Catolica Research Centre for Psychological, Family and Social Wellbeing (CRCW) da Universidade Católica Portuguesa, coordenado pelo Professor José Reis Lagarto, do Centro de Investigação para o Desenvolvimento Humano (CEDH) da UCP.

O relatório final apresenta, ainda, um conjunto de recomendações/fatores críticos de sucesso a ter em conta pelos AE/Ena que venham a aderir a este projeto.

 

Documentos

Brochuras

Brochura PPMD - Versão "Sumário Executivo"

Brochura PPMD - Versão "Sucinta"

Brochura PPMD - Versão "Completa"

 

Pais e Alunos - Informação - Pais

Docentes - Informação - Docentes